Economía

Enem: Estudantes pedem revisão de provas pelo Inep após alegarem ter recebido notas "incoerentes"

As notas do Enem foram antecipadas nesta quarta-feira e apresentaram instabilidades de acesso, permitindo que os estudantes visualizassem suas pontuações somente a partir de 23h. O ministro da Educação Milton Ribeiro anunciou que a pasta decidiu adiantar o resultado do exame após receber muitos pedidos dos candidatos.

O Enem é a principal porta de entrada dos estudantes no ensino superior. As notas podem garantir vagas em universidades públicas federais e estaduais, além de particulares. Até instituições estrangeiras, como em Portugal, na Inglaterra e na França, aceitam o exame como porta de entrada para o ensino superior.

RIO — Estudantes que prestaram o Exame Nacional do Ensino (Enem) usaram as redes sociais para questionar o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais (Inep) sobre as notas discrepantes que receberam na prova, especialmente de redação. A União Brasileira dos Estudantes Secundaristas (UBES) e a União Nacional dos Estudantes (UNE) também se pronunciaram, pedindo para que o Ministério da Educação revise as pontuações.

Enem: ferramenta mostra quanto aluno precisa ter tirado para sonhar com vaga no curso desejado

Vídeo: Falso médico preso no DF furtava pertences de pacientes, parentes deles e funcionários de hospitais

Em nota, as organizações estudantis afirmaram que “receberam centenas de denúncias sobre irregularidades na nota do Enem“. Advogados da UBES e da UNE estão liderando o contato com o Inep, mas ainda não obtiveram resposta do órgão.

Nas redes, estudantes comentaram que receberam notas inferiores a anos em que consideraram ter tido pior desempenho na prova, e alegaram ainda que o resultado da redação não corresponde à performance nos estudos antes do exame.

Minha redação do ano passado foi muito pior e tirei uma nota melhor do que esse ano, totalmente diferente das notas que eu tirava no cursinho — comentou um vestibulando.

Vídeo: Briga com homem armado em estação de trem de SP causa correria e pânico entre passageiros

Por outro lado, também há alunos que acreditam que tiraram uma nota superior ao desempenho que tiveram na prova.

Estou com medo, achei minha nota muito alta esse ano e acredito na possibilidade de um bug no sistema — escreveu outra estudante.

O GLOBO procurou o MEC para esclarecer as denúncias, mas ainda não obteve resposta.

As notas do Enem foram antecipadas nesta quarta-feira e apresentaram instabilidades de acesso, permitindo que os estudantes visualizassem suas pontuações somente a partir de 23h. O ministro da Educação Milton Ribeiro anunciou que a pasta decidiu adiantar o resultado do exame após receber muitos pedidos dos candidatos.

O Enem é a principal porta de entrada dos estudantes no ensino superior. As notas podem garantir vagas em universidades públicas federais e estaduais, além de particulares. Até instituições estrangeiras, como em Portugal, na Inglaterra e na França, aceitam o exame como porta de entrada para o ensino superior.