Entretenimiento

É no Japão que está o melhor restaurante da Ásia

Se estiver a pensar viajar até à Ásia, espreite a lista dos melhores 50 restaurantes daquele continente antes de embarcar e experimente fazer uma reserva. Os eleitos foram anunciados esta terça-feira e estão espalhados por vários países, sendo o Japão aquele em que mais espaços distinguidos se encontram. Estão lá 11, entre eles o grande vencedor destes prémios: o restaurante Den, em Tóquio, que destronou o vencedor do ano passado, The Chairman, de Hong Kong, que nesta edição passou para quinto lugar. O chef Zaiyu Hasegawa garante ter apenas uma missão: oferecer comida caseira que espalha sorrisos

O restaurante Den tornou-se o primeiro japonês no primeiro lugar desde 2013

© DR

Desde que abriu, em 2007, que o Den é um dos favoritos dos jurados destes prémios, mas a estreia na lista só aconteceu em 2016 com a 37.ª posição. Este ano tornou-se o primeiro japonês no primeiro lugar desde 2013. O que o tornal especial? “A visão, sempre criativa, de Hasegawa acerca da cozinha caseira é inovadora, às vezes bem-humorada e sempre satisfatória”, diz a organização

Fechar Subscreva as newsletters Diário de Notícias e receba as informações em primeira mão

Se estiver a pensar viajar até à Ásia, espreite a lista dos melhores 50 restaurantes daquele continente antes de embarcar e experimente fazer uma reserva. Os eleitos foram anunciados esta terça-feira e estão espalhados por vários países, sendo o Japão aquele em que mais espaços distinguidos se encontram. Estão lá 11, entre eles o grande vencedor destes prémios: o restaurante Den, em Tóquio, que destronou o vencedor do ano passado, The Chairman, de Hong Kong, que nesta edição passou para quinto lugar. O chef Zaiyu Hasegawa garante ter apenas uma missão: oferecer comida caseira que espalha sorrisos

O restaurante Den tornou-se o primeiro japonês no primeiro lugar desde 2013

© DR

Desde que abriu, em 2007, que o Den é um dos favoritos dos jurados destes prémios, mas a estreia na lista só aconteceu em 2016 com a 37.ª posição. Este ano tornou-se o primeiro japonês no primeiro lugar desde 2013. O que o tornal especial? “A visão, sempre criativa, de Hasegawa acerca da cozinha caseira é inovadora, às vezes bem-humorada e sempre satisfatória”, diz a organização

Fechar Subscreva as newsletters Diário de Notícias e receba as informações em primeira mão.

Subscrever Segundo a organização, o Den faz uma cozinha caseira inovadora, às vezes bem-humorada e sempre satisfatória

© DR

O segundo melhor restaurante asiático é o Sorn – agraciado com duas estrelas Michelin – e está situado em Banguecoque, na Tailândia, país que tem nove restaurantes entre os melhores. Segundo as indicações que chegam a partir da organização destes prémios, é “supostamente o restaurante mais difícil de reservar” na Tailândia, local onde se reinventa a gastronomia do sul de forma inovadora e única

O segundo melhor restaurante asiático é o Sorn, na Tailândia

© DR

Já para visitar o terceiro é necessário voltar a Tóquio, cidade onde está localizado o Florilège, um espaço em que, sentados em bancos com assentos de pelo, os clientes assistem ao trabalho de preparação dos menus de degustação de cozinha francesa criativa

A cozinha francesa está em destaque no Florilège, em Tóquio

© DR

Pelo segundo ano consecutivo, Macau tem apenas um restaurante entre os 50 melhores asiáticos. O Wing Lei Palace, localizado no hotel-casino Wynn Palace, na ilha da Taipa, foi o único restaurante de Macau presente no ranking, alcançando a 47.ª posição, numa subida de três lugares em relação à edição anterior

“Dirigido pelo chefe Tam Kwok Fung, uma das principais autoridades da cozinha requintada cantonesa, o ‘Wing Lei Palace’ é um estudo de temperos, pureza e sabores”, notou a organização da 10.ª edição dos prémios, numa cerimónia online, acompanhada com eventos em Macau, Tóquio e Banguecoque

O Wing Lei Palace é o único restaurante de Macau na lista dos melhores da Ásia

© DR

Estreante na lista, o Villa Aida, em Wakayama, no Japão, entrou diretamente para a 14.ª posição, o que lhe dá o título de melhor nova entrada, enquanto o Ode, de Tóquio, foi o que mais saltou na tabela: subiu 14 lugares para o 13.º

Em Singapura, o destaque vai, pela quinta vez, para o Odette. Na Coreia do Sul o melhor é, pelo sétimo ano conscutivo, o Mingles. Na Índia recomenda-se o Masque, que destronou o sete vezes campeão Indian Accent; no Sri Lanca o Ministry of Crab

Na lista alargada aos cem melhores restaurantes asiáticos encontram-se outros três estabelecimentos da região administrativa especial: Golden Flower (84.º), no Wynn Macau; Jade Dragon (89.º), no Hotel Parisian; e o The Eight (97.º), no hotel-casino Grand Lisboa

A lista dos 50 melhores restaurantes da Ásia foi lançada pela primeira vez em 2013 para celebrar a gastronomia na região e fornecer aos clientes de todo o mundo informações locais e recomendações culinárias. É uma adaptação regional da lista dos “50 melhores restaurantes do mundo”, publicada pela Restaurant Magazine, da empresa William Reed Business Media, desde 2002

A lista é votada por um comité de 300 membros, incluindo especialistas de restauração, escritores especializados em gastronomia, ‘chefs’ e donos de restaurantes de toda a região asiática